Três vídeos de uma época em que etiquetar não fazia parte das minhas (e circundantes) preocupações.

Hoje é mais difícil escapar a classificações (do género «Eh pá, gostavas disso? Mas esses artistas não são todos uns grandessíssimos… ingleses?»), mas a música continua a mesma.


Cruisin’

11Out06

Playlist no carro (ou «1.001 razões – vá lá, 9 – para não pedir boleia ao gajo do Estio»):

  • I Walk Alone (Saliva)
  • Burn In My Light (Mercy Drive)
  • Enter Sandman (Metallica)
  • Some Bodies Gonna Get It (Three 6 Mafia)
  • King of Kings (Motörhead)
  • Crank It Up (Brand New Skin)
  • This Fire Burns (Killswitch Engage)
  • Metalingus (Alter Bridge)
  • Abram Alas para o Noddy

Agora que faço (mal) as contas, há perto de 5 anos que não me apanham no escurinho do cinema.

Mas pelo que vejo por aí não tenho perdido grande coisa, donde nem sequer me dar ao trabalho de gastar um tusto em DVDs (nem, a propósito, em nenhum canal por cabo temático que se gabe de transmitir 700 filmes cuja assinatura faz com que cada um fique a meia dúzia de cêntimos, o que me leva a perguntar se devolvem o dinheiro por cada um que nós não virmos ou se é para fazer publicidade de merd# e tratar-nos como idiotas bem que podiam ir para o raio que os parta).

Mas divago.

Todavia, para manter uma perspectiva actual do que por aí se vai fazendo na Sétima Arte (e similares), aqui fica a ligação para o original.


É uma das práticas aqui do meio o pessoal referir-se a postas alheias e terminar com um lapidar «subscrevo».

Pois bem, à falta de arte para tocar ou cantar o que quer que seja (pelo menos de forma não criminosa), eu subscrevo na íntegra a sonoridade e o poema (mais que simples letra) desta música.

Por agora, aproveitar o resto de Domingo e fazer por ter uma boa semana.


Squidoo

08Out06

logo_h_sm.gif

Brinquedo novo: a ideia é reunir numa página uma série de recursos subordinados a um tema específico.

Eu, para quem qualquer site web2.0 é um prego à espera de ser martelado (sendo eu o martelo, entenda-se), não me lembrei de mais nada do que o tema «blogar» para experimentar aquilo.

Torna-se bastante interessante e há-de ser útil com outros temas (tipo filmes, livros ou outras tretas em concreto).

Fica aqui a ideia.


Epifania

07Out06

O regresso de um deus da blogosfera permite a demonstração prática de que a Santíssima Trindade é, de facto, Una:

Ele está aqui, aqui e aqui, se bem (mal) que o terço do Espírito Santo seja muito l-e-n-t-o a carregar.

Vê lá se te orientas e, depois, avisa. Em grande, como é teu hábito.


Existem apenas 10 tipos de pessoas: as que percebem binário e as que não.